Sinhasique sente pressão em ser secretária e desabafa: “Vontade é de chorar”

0

A secretária de Empreendedorismo e Turismo do Acre, ex-deputadao Eliane Sinhasique (MDB), usou seu perfil nas redes sociais para desabafar em relação a pressão que vem sofrendo após assumir a gestão da pasta.

Sinhasique reclamara da cobrança por cargos e falta de dinheiro destinado à secretaria. “Um dos maiores problemas é a falta de recursos financeiros e material humano. Ou conseguimos a liberação de recursos de convênios com o Governo Federal, ou fecharemos as portas”, escreveu.

Leia a nota na íntegra:

Não sou mulher de reclamar de nada. Mas, necessito compartilhar, com meus amigos e seguidores, as dores que tenho vivenciado nesses últimos 36 dias como Secretária de Empreendedorismo e Turismo do Estado do Acre.

Preciso falar, para não ser cobrada por coisas que estão fora do meu alcance!

Um dos maiores problemas é a falta de recursos financeiros e material humano.

Complicado colocar ordem na casa sem pessoal suficiente para as diversas demandas internas e externas da secretaria (imaginem como está o meu amigo Secretário de Saúde, Alysson Bestene)!

Na reunião de hoje, no Gabinete Civil, ficou explicitado que os recursos do Estado, para pagamento de pessoal, já estão no limite, de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Recursos próprios para manutenção das secretarias nem se fala! Ou conseguimos a liberação de recursos de convênios com o Governo Federal, ou fecharemos as portas! Nós fizemos a opção por trabalhar dia e noite para a prorrogação dos convênios e, já estamos conseguindo alguma coisa (inicialmente vai dar para comprar combustível e contratar empresa de capacitação).

A ordem do Governador Gladson Cameli é apertar o cinto e arrochar o nó!

Na nossa secretaria, a redução de pessoal foi drástica! Dos 132 Cargos Comissionados que existiam, hoje só poderemos contar com 16 ( 5 CEC 1; 3 CEC 2; 3 CEC 3; 2 CEC 4; 2 CEC 5 e uma CEC 6)!

Os 52 servidores efetivos que recebiam e estavam acostumados com Função Gratificada (FG 7, 8, 9 e 10) quase infartaram ao ver o documento que comprova o tamanho da nossa estrutura (Sim. Eu jogo aberto mesmo para não duvidarem do que eu digo). Agora, precisam aceitar que os tempos são outros e que só temos 22 FGs (3 FG 1; 3 FG 2; 3 FG 3; 3 FG 4; 3 FG 5; 2 FG 6; 2 FG 7, 2 FG 8 e UMA FG 9).

Funcionários terceirizados também serão reduzidos!

As reclamações e cobranças são enormes! Muitos não entendem que a administração pública está à beira da falência!

Dos 16 “núcleos” que a nossa secretaria tinha nos municípios, TODOS serão fechados! Já estamos providenciando o repasse das estruturas físicas existentes para os municípios cuidarem e pagarem as contas de água e energia.

Eu sabia que não seria fácil mas, confesso que tem dias muito difíceis!

Por isso, não paro de pensar em alternativas. Tenho buscado parcerias para que possamos fazer o mínimo necessário para nosso público alvo que são as pessoas que precisam empreender e se colocar no mercado de trabalho, se capacitarem, desenvolverem sua criatividade, buscarem formas honestas para gerarem seu próprio sustento!

Entre tantas coisas que estamos tentando viabilizar, estou buscando patrocínios para a realização do carnaval com a iniciativa privada pois, o governo do estado não tem UM banheiro químico para disponibilizar para essa festa! Tenho recebido muitos NÃOs e alguns SIMs mas, sigo confiante! Acredito que grandes eventos geram movimentação positiva para a economia.

Acredito que esse momento é apenas uma fase ruim e que, com boas ideias, diálogo, parcerias e criatividade poderemos mudar esse cenário!

Por hoje, me tragam um lenço pois minha vontade é de chorar.

Comentários

comentários