Prefeitura de Rio Branco vai gastar quase R$ 200 mil com aluguel de salas para acomodar procuradores

0

Qual a prioridade de gastos quando se está em período de crise? Para a Prefeitura de Rio Branco (PMRB) uma destas prioridades é a acomodar os advogados do município em uma sede e com um custo de 17,3 salários mínimos de R$ 954 a cada mês.

O contrato entre a Secretaria Municipal de Administração e Gestão De Pessoas com a imobiliária responsável pelo imóvel (Extrato de Contrato nº 007/17) revela que o imóvel para atender a Procuradoria Geral do Município de Rio vai custar R$ 198.000,000 em 12 meses.

Apesar de ter sido assinado em 09/04, o contrato em a municipalidade e a empresa locadora somente foi publicado no Diário Oficial do Estado do Acre (DOE) na última semana.

Convertido em salários mínimos vigentes, a despesa da prefeitura somente para com a sede para os advogados municipais trabalharem vai custar o mesmo valor que sustentaria 17 famílias a cada mês.

Comentários

comentários