Jornalista Salomão Matos é cogitado para disputar Prefeitura de Porto Acre

Salomão diz que nada foi decidido ainda, mas admite que a política é a única maneira de tirar o município do atraso econômico e da contramão da história

0

Um nome da imprensa acreana pode ser uma verdadeira surpresa para os caciques e coronéis da política no município de Porto Acre quanto à disputa da Prefeitura de Porto Acre em 2020. Trata-se do polêmico jornalista Salomão Matos, que já disputou uma vaga para deputado estadual em 2014.

Sem papas na língua e conhecido pela sua postura ética e dura contra os governantes na luta contra a corrupção e desmandos no estado, além de estar sempre presente nas demandas e reivindicações dos pequenos produtores rurais de Porto Acre, Matos diz que desde o ano passado vem recebendo propostas para disputar o pleito em 2020, mas fez mistério e disse que não tem nada decido.

Salomão já foi candidato a deputado estadual pelo Partido Progressista (PP), onde é filiado desde 2014 na sigla do governador do Acre Gladson Cameli, e fez sua campanha voltada para “desrratizar” o parlamento acreano na Assembleia Legislativa naquele ano.

Apesar de ter sido derrotado nas urnas, Matos diz que tem fácil acesso a figuras conhecidas da política como o senador Sérgio Petecão, a deputada federal Mara Rocha, o vice-governador Major Rocha e é amigo pessoal dos deputados estaduais José Bestene (PP) e Fagner Calegario (PV), entre outros.

Procurado para confirmar ou não sua pré-candidatura, Salomão Matos se disse desacreditado da política dos últimos anos, mas admitiu que não vê outra alternativa de melhorar a vida das pessoas que sofrem nas mãos de governantes sem escrúpulos e falta de compromisso algum como povo.

“Me fizeram vários convites sim para disputar a prefeitura. Inclusive o meu amigo pessoal e ex-prefeito Carlinhos da Saúde (PSDB) cogitou essa possibilidade. A política é um jogo muito sujo. Quem tem dinheiro, o que não é meu caso, quase sempre vence uma eleição porque as pessoas não estão preparadas para escolher gestores compromissados com o progresso e o futuro, principalmente dos nossos jovens. Tenho que conversar com minha família e amigos, mas nessa vida, estamos aqui para ajudar e se for preciso entrar nessa guerra pelo melhor, eu posso sim até me candidatar e se for, será pelo meu partido progressista e ajudar o nosso governador por um Acre melhor”, disse Matos.

Comentários

comentários