‘Estão substituindo prata da casa por coronéis que não conhecem os acreanos’, diz deputado sobre demissão de Lúcio Brasil

0

O deputado comunista Edvaldo Magalhães afirmou na sessão de quarta-feira (21) na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) que a exoneração do médico Lúcio Brasil da direção da Fundação Hospitalar do Acre (Fundacre) vai contra o discurso de campanha feito pelo governador Gladson Cameli (PP).

Edvaldo afirmou que a demissão trata de mais um capítulo do suposto desmonte do sistema público de saúde do Acre.

Magalhães disse ainda que Cameli tem errado em substituir profissionais locais por coronéis importados de outros estados e é um erro que pode custar vidas.

“Nada contra os coronéis, mas cada um no seu quadrado. Estão tratando as coisas da saúde como coisa de quartel. Estão colocando no comando da saúde pessoas que não conhecem os acreanos. Esses dias a secretária de Saúde, Mônica Feres, almoçou em um restaurante onde estava eu e um deputado da base e ela sequer olhou na cara dele. Isso é só um exemplo do tipo de relações que tem sido estabelecida no Acre”, diz.

O parlamentar frisou que a demissão de Lúcio Brasil vai contra o discurso feito em campanha por Cameli sobre a valorização de profissionais locais.

“Estão substituindo a prata da casa por coronéis. Nada contra coronéis, mas cada um deve ficar no seu quadrado. A demissão do Lúcio Brasil vai contra o discurso feito em campanha sobre a valorização dos profissionais da terra. A demissão do Lúcio Brasil é mais um capítulo do desmonte da saúde do Acre”, diz.

Comentários

comentários