Deputado reeleito Josa da Farmácia é alvo de operação da PF suspeito de compra de votos

0

O deputado estadual Josa da Farmácia (Podemos) é um dos alvos da Operação Sufrágio, deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (20), cujo objetivo é investigar esquemas de compra de votos, transporte irregular de eleitores e outras infrações relacionadas às últimas eleições. A informação foi confirmada por uma fonte do site Folha do Acre no município de Cruzeiro do Sul.

Josa da Farmácia foi diplomado na última quarta-feira (19) e é uma das lideranças políticas de Cruzeiro do Sul. A assessoria de imprensa da PF não divulgou o nome dos deputados envolvidos, citando apenas que são dois parlamentares eleitos.

As investigações apontaram indícios de que ao menos três candidatos de Cruzeiro do Sul tenham sido beneficiados pela compra de votos, sendo que dois deles efetivamente foram eleitos.

Foram cumpridos três mandados de prisões temporárias e oito mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados e na Câmara Municipal de Cruzeiro do Sul.

Dentre os presos, está o cabo eleitoral da campanha de um deputado eleito pelo Acre. Há evidências de que ele teria ofertado lotes, produtos de supermercados, combustível, serviços de saúde e até expedição de carteiras de habilitação para os eleitores. Há suspeita de que alguns dos investigados chegaram a custear de forma irregular os gastos de campanhas, bem como fornecer produtos alimentícios e botijões de gás em troca de votos.

Além das buscas, a polícia ouve testemunhas em busca do esclarecimento dos fatos. Os presos serão encaminhados para a Unidade Prisional Manoel Nery, em Cruzeiro do Sul.

Comentários

comentários