Secretário não confirma autenticidade da carta de facções, mas garante que Estado está pronto para enfrentamento

0

O secretário de Segurança Pública do Acre, Paulo César, afirmou à reportagem da Folha do Acre na manhã de quinta-feira (15) que a inteligência da segurança ainda não concluiu a investigação que dirá se a carta selando união de duas facções e anunciando o Estado como alvo do crime organizado é autêntica ou não.

Paulo César afirmou ainda que este tipo de ameaça à Segurança Pública é recorrente e que eles estão prontos para o enfrentamento ao crime organizado e facções.

“Ainda não foi concluído se a carta veio ou não deles, mas esse tipo de ameaça é recorrente, no entanto nós estamos preparados para o enfrentamento. Estamos sempre trabalhando em várias frentes e não baixamos a cabeça para o crime” diz.

Na última terça-feira (13) começou a circular em grupos de WhatsApp um comunicado, um salve como é denominado no mundo do crime, dando conta de uma suposta trégua entre o Bonde dos 13 e o Comando Vermelho para que unissem forças para enfrentar o Estado.

Comentários

comentários