Pai confessa ter estrangulado bebê de 6 meses, no Acre: “Estava chorando muito”

0
Pai que estrangulou bebê no Acre confessa crime e diz que filha estava chorando muito (Foto: Anny Barbosa/G1)

O pai que estrangulou a filha de seis meses se entregou na manhã desta segunda-feira (25) na Delegacia Geral de Cruzeiro do Sul. Em depoimento ao delegado, o homem, de 20 anos, confessou o crime. A criança segue internada na Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) do Hospital do Juruá em estado gravíssimo. O caso ocorreu na comunidade São João, na BR-364, a 100 km do município de Cruzeiro do Sul.

O homem não quis gravar entrevista mas, em depoimento ao delegado Luis Tonini, ele alegou que sofre de transtornos mentais. “Após uma conversa preliminar com o acusado, ele confirmou a tentativa e justificou que a criança estava chorando muito e por isso iniciou a agressão, chegando a jogar a criança contra o chão”, disse.

O delegado disse ainda que o procedimento ocorreu no município de Tarauacá e o caso será enviado para o município. A mãe da criança já foi ouvida. “A mãe contou que em outras situações ele chegou a morder a criança e ela afirma que não fez nenhum registro por não ter gravidade, mas agora ela veio na delegacia e reslveu denunciar”, afirmou.

O delegado afirmou que o homem vai passar por um exame para atestar sem tem mesmo transtornos mentais. “Mas, ao que tudo indica, pode ser um transtorno por uso de drogas, ainda vamos averiguar essa informação”, explicou.

Com informações do G1/AC

Comentários

comentários