Servidores são condenados por receber sem trabalhar e MP diz que há corrupção sistêmica em Sena Madureira

0

Como resultado de uma ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Estado do Acre, oito servidores públicos de Sena Madureira foram condenados e perderam seus cargos por estarem recebendo sem trabalhar. Havia  um dos servidores que continuou recebendo de forma ilegal por 6 anos após deixar de prestar serviço. A ação civil pública foi deferida com pedido de liminar de indisponibilidade de bens dos réus que terão ainda que ressarcir aos cofres públicos os salários recebidos.

Segundo o Ministério Público, os réus praticaram crimes como improbidade administrativa, dano ao erário, enriquecimento sem causa e atos que atentam contra os princípios da administração pública.

Na sentença proferida pela Juíza Andrea Silva Brito ficou declarado que havia dentro da gestão pública senamadureirense, no âmbito de cargos públicos, uma corrupção sistêmica. “Ou seja, está instalada em grande parte das instituições, escolas, hospitais, posto de saúde, fazendo parte de uma rede de troca de favores”, diz trecho da sentença.

Comentários

comentários