quarta-feira, julho 28, 2021
21.3 C
Rio Branco
quarta-feira 28 julho 2021

“Por que a ala ingrata do MDB está sempre no comando no Acre?”, questiona jornalista

POR

A parte ingrata

Todo mundo sabe que o MDB do Acre é dividido em várias alas e cada grupo tem uma para chamar de sua. Mas por qual motivo a ala ingrata da sigla sempre leva a melhor?

O MDB de Vagner Sales

O MDB de Vagner Sales é a típica ‘amante argentina’ de Gladson Cameli. De aliado só tem o nome. Basta uma ocasião e eles mostram a que vieram.

Não apoiou em Cruzeiro e nem em Rio Branco

O MDB de Vagner Sales sequer apoiou o candidato de Gladson Cameli em Cruzeiro do Sul, tampouco em Rio Branco, onde tiveram candidaturas próprias, mas agora querem empurrar goela abaixo a candidatura de Jessica Sales ao Senado.

O dono

Vagner Sales, pai de Jessica e uma espécie de dono de parte do MDB, é de fato uma liderança expressiva, mas isso não lhe garante mandar em tudo sem sequer discutir internamente os assuntos.

Márcia Bittar

Impor a candidatura de Jessica Sales é desdenhar da pré-candidatura legítima de Márcia Bittar.

Legitimidade

Márcia Bittar tem legitimidade para ser candidata, por ter ajudado o partido, por ter lado e por ter propostas.

Frank Lima

Ainda vai longe essa história de supostos assédios cometidos por Frank Lima. Vem novidades por aí.

Não faz sentido não afastar

Não faz sentido algum o prefeito Tião Bocalom manter Frank Lima no cargo enquanto o caso é investigado. Mantê-lo no cargo pode prejudicar as investigações. Elementar.

Bocalom, o teimoso

Quem conhece a personalidade de Bocalom sabe que ele é teimoso como uma mula. Não afastará Frank Lima.

Fernanda Hassem

Fernanda Hassem se consolidou com a liderança mais expressiva do Alto Acre. Fato inconteste.

Bom dia a todos

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img