quarta-feira, agosto 4, 2021
18.3 C
Rio Branco
quarta-feira 04 agosto 2021

Maioria dos acreanos se recusa a tomar vacina AstraZeneca

POR

Divulgado nesta sexta-feira (9) o novo levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM) sobre a Covid-19 mostra que que entre as que responderam ao questionário no Acre, 71% das cidades registraram recusa pela vacina de parte de usuários.

O levantamento foi feito entre os dias 5 e 8 de julho. Em valores percentuais da tabulação nacional, a AstraZeneca é a vacina mais recusada.

Em 68,5% dos Municípios entrevistados, a escolha pelo tipo da vacina é uma prática comum, são ao todo 1.860 cidades onde a população está tendo este comportamento, em 20,2% não está ocorrendo isto. Além disso, a vacina da Janssen já foi distribuída para 89,4% dos municípios, ela difere das demais por ser aplicada em uma única dose.

Em relação ao aumento de casos, 16,4% dos pesquisados declararam que houve aumento do número de pessoas infectadas; 34% se manteve no mesmo patamar; e 43,5% houve redução de positivados. Pela quarta vez consecutiva, a pesquisa aponta a manutenção de novos infectados em níveis altos. O crescimento de casos continua concentrado nos Municípios de pequenos e grandes, com 17% e 10% do total.

Enquanto 22,7% das localidades participantes da pesquisa afirma que o número de mortes se manteve estável e 16,9% sugere uma diminuição, em 46,3% dos Municípios pesquisados não houve nenhum óbito de Covid-19 esta semana.

“Contudo, 12,7% têm a ocupação dos leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) com ocupação acima de 95%; 14,8% está com a capacidade de lotação em 90%; 16,7% acima de 80%; 25,3% das cidades estão 60% e 80%; e apenas 15,9% estão com os leitos abaixo de 60% de ocupação”, diz o levantamento da CNM.

Houve redução na quantidade de municípios com risco de ficar sem os medicamentos do “kit intubação” -9,8% dos Municípios podem ficar sem condições de atender aos pacientes em estado grave. Medidas de isolamento social, como fechamento de serviços não essenciais e outras ações, ainda estão sendo adotadas por 72,4% dos municípios nesta semana.

O Acre, por exemplo, regrediu uma de suas regionais, o Alto Acre, da bandeira verde para amarela como forma de conter a variante Delta.

Ac24horas

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img