Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Cadmiel Bonfim: o embaixador da lorota da destinação de emendas para combater o coronavírus

Gina Menezes

Publicado

on

O deputado Cadmiel Bonfim (PSDB) se tornou uma espécie de missionário de um engodo legislativo: a falsa destinação de R$ 500 mil de emendas parlamentares de cada deputado para combater ao coronavírus, mas esqueceu-se de checar que o orçamento de 2019, peça pública, contém a prova de que as emendas já foram destinadas para outras áreas.

De acordo com o orçamento 2019, R$ 250 mil são verbas carimbadas para Saúde, Educação e Segurança e os demais R$ 250 mil teriam que ser previamente destinadas, com direito a formulário preenchido, para serem destinadas a ONGs e associações, caso contrário o orçamento sequer poderia ter sido aprovado.

“Eles já tinham destinado, todos eles, inclusive o Cadmiel”, citou uma fonte que assessora a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac).

A reportagem da Folha do Acre conversou com diversos deputados que admitiram que já haviam previamente destinado as emendas, a exemplo dos 24, pois do contrário não teria sido aprovado o orçamento.

O deputado Ghelen Diniz (PP), líder do governo na Aleac, encaminhou à reportagem os formulários de todas as suas destinações, como é o caso de ter destinado R$ 50 mil para a Polícia Militar de Sena Madureira e R$ 30 mil para a Diocese de Rio Branco e assim por diante ele completou o valor de R$ 250 mil destinados a entidades afins.

O deputado Fagner Calegário (PL) afirmou à reportagem que destinou os R$250 mil entre a Associação de Pais e Amigos de Dependentes Químicos (Apadec) e Instituto Calegário.

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) afirmou que destinou R$ 200 mil para a Secretária de Educação adquirir, em convênio com o Conservatório de Música do Juruá, instrumentos musicais. R$ 200 mil para melhorar o acesso do polo Naval de Cruzeiro do Sul, via Deracre. R$ 50 mil para Federação de Esportes em Rodrigues Alves e R$ 50 mil para aquisição de brinquedos para creches em Rio Branco.

O deputado Daniel Zen (PT) afirmou que dos R$ 250 mil ele destinou R$ 25 mil para Associação de Deficientes ligadas à Prefeitura de Rio Branco, R$ 40 mil foram destinados para a Federação de Atletismo, R$ 50 mil para o Deracre trabalhar no Ramal do Icuriã, R$ 50 mil para o Festival Matias e os demais para esporte.

O deputado Roberto Duarte (MDB), entre outras coisas, doou parte do dinheiro, os R$ 250 mil de emendas impositivas, para o Centro de Apoio a Surdos e uma associação de capoeira.

Roberto Duarte também já destinou parte das emendas para outras áreas

Fato é que os 24 deputados, incluindo Cadmiel Bonfim, fizeram as destinações e, portanto, o recurso não mais lhes pertence e para que seja doado para outro fim será as próprias associações e entidades que terão que doar como bem explica o deputado Jenilson Leite (PSB).

“Coloquei na Ufac para funcionamento de 4 cursos superiores de pedagogia nos municípios isolados (Jordão, Santa Rosa, Marechal Thaumaturgo e Porto Walter). Guida já estava articulando para liberar e começar os cursos, mas abriu mão para o Covid-19”, diz o parlamentar.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas