Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Brasileia

Comissionada que estuda medicina em Cobija garante que cumpre carga horária de trabalho

Redação Folha do Acre

Publicado

on

A bióloga Quellen Criss de Oliveira Maia, comissionada no governo do Acre onde é nomeada com uma CEC-6, garantiu que mesmo estudando medicina na cidade de Cobija, no departamento de Pando, na Bolívia, cumpre carga horária no seu trabalho.

Quellen se defendeu após a imprensa local divulgar uma denúncia de que ela estaria recebendo cerca de R$ 5 mil reais por mês de salário sem trabalhar.

“Eu quero que o governo explique como é que alguém que faz uma faculdade em que as aulas são de manhã e de tarde tem tempo para cumprir sua carga horária de trabalho. Isso é uma vergonha”, afirma o denunciante que prefere não ter o nome identificado.

Após levantamento feito pela reportagem, foi constatado que a estudante aparece no Portal de Transparência do Estado como comissionada. Ela chegou a receber R$ 7 mil reais no mês de fevereio. O valor seria equivalente ao salário e as férias.

Quellen confirmou que estuda medicina em Cobija, mas garantiu que cumpre sua escala de trabalho no Hospital do Alto Acre.

“Eu tenho as minhas escalas para provar que trabalho normalmente no Hospital Regional do Alto Acre. Não sou funcionário fantasma e cumpro minhas 40 horas semanais normalmente. Nos dois dias que estou de aula não estou de plantão. Compenso nos demais dias, inclusive aos sábados e domingos para cumprir a escala”, diz Criss ao site AC24horas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas