Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Prefeitura de Rio Branco apresenta primeiro Inventário de Dados de Gases de Efeito Estufa

Anderson Bodanese

Publicado

on

A Prefeitura de Rio Branco, em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o International Council for Local Environmental Initiatives (Iclei), associação democrática e internacional que apoia governos locais e organizações governamentais nacionais e regionais que assumiram compromisso com o desenvolvimento sustentável, elaboraram e apresentaram o primeiro Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa do Município de Rio Branco.

De acordo com o secretário municipal de meio ambiente, Aberson Carvalho, o estudo é fundamental para orientar o Município no que se refere às políticas de mitigação e adaptação às mudanças climáticas. “Rio Branco, agora, com este inventário, que foi publicado e que está sendo apresentado para a sociedade mundialmente, se coloca numa posição de vanguarda em relação ao meio ambiente, no quesito das políticas ambientais para a Cidade, e em relação ao Estado, ao País e ao mundo. É importante frisar que todo e qualquer lugar do nosso Planeta tem uma relevância direta e indireta com as mudanças climáticas”, ressalta Carvalho.

Em Rio Branco, de acordo com apontamento do estudo, as atividades de desmatamento e criação de animais ruminantes compõem a maior parcela de emissão de CO2, seguidas dos setores de transporte e energia respectivamente. Por último está a emissão geradas por resíduos.

O secretário explica que para se ter o controle, saber o que uma cidade de médio porte, como Rio Branco, com cerca de 400 mil habitantes, contribui diretamente, ou até mesmo o que ela pode estar produzindo de carbono, só é possível através desse tipo de estudo. “Os resultados abrangem o período de 2012 a 2016 e estamos apresentando esses resultados, que vão justamente nortear o nosso Plano Municipal de Mudanças Climáticas”, enfatiza.

Rio Branco na Vanguarda

No Brasil, poucos municípios possuem um plano o de Rio Branco. Na região norte, somente Rio Branco elaborou esses estudos. A política ambiental desenvolvida pela Prefeitura de Rio Branco, demonstra o compromisso da prefeita Socorro Neri com a agenda ambiental, mostrando a relevância dos estudos, do diagnóstico, para poder fazer um planejamento que incorpore a sustentabilidade, tema relevante quando se projeta o futuro. O estudo coloca Rio Branco na vanguarda das políticas ambientais na Amazônia.

Importância

As mudanças climáticas afetam diretamente as cidades, o que pode ser percebido pelos eventos extremos que acontecem nos períodos de secas e enchentes. “E isso tudo é influenciado pelas mudanças climáticas. Esse inventário é uma importante ferramenta de planejamento e consta como uma das metas de nosso Plano de Governo, que estamos cumprindo e, com certeza, Rio Branco avança ainda mais nas questões ambientais no Acre, na Amazônia e no Brasil”, conclui o secretário.

Ascom

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas