Ghelen Diniz rebate Luiz Tchê e expõe racha dentro da base de apoio a Gladson na Aleac

0

O ex-líder do governo Gladson Cameli, Ghelen Diniz, criticou nesta quarta-feira o atual líder, Luiz Tchê (PDT), e afirmou que a base do goveno não está fragmentada, que foi pego de surpresa com as declarações de Tchê e frisou que as declarações do deputado podem ser “por ele não estar recebendo os cargos que almejava”.

Ao criticar publicamente as declarações de seu sucessor no cargo, o deputado Ghelen expõe um suposto racha na base de apoio a Gladson Cameli, onde o tom das discussões sempre parece girar em torno de cargos e nomeações no Executivo.

Tchê que na manhã de quarta-feira declarou insatisfação com articulação do governo, suposto descontentamento da base e a possibilidade de deixar o cargo, afirmou que as declarações de Ghelen não fazem sentido.

“Não trato as questões por cargos, isso não é verdade, mas o que temos são questões pontuais de partidos que ajudaram a eleger o governo e não foram contempladas”.

A respeito do esfacelamento da base, Tchê afirmou que nunca colocou a questão nestes termos e que apenas frisou que havia deputados descontentes por terem visto suas indicações políticas serem exoneradas.

“Um deputado que indica um único cargo e vê a pessoa ser exonerada sem nem mesmo ter sido comunicada não pode ficar feliz. Fica complicado assim”, diz.

O pedetista afirmou que aguarda para as primeiras horas de quinta-feira (20) uma reunião com o governador Gladson Cameli (PP) onde pontuará todas as insatisfações e dificuldades na liderança.

Comentários

comentários