Em Lima, Gladson defende início de uma nova era na relação comercial entre Brasil e Peru

Encontro binacional de governadores da fronteira Brasil-Peru debate agenda positiva para integração transfronteiriça

0

O Acre nunca esteve tão perto de ampliar sua relação comercial e de integração com o Peru. Durante esta semana, governadores de estados localizados na fronteira entre Brasil e Peru se reúnem na capital peruana para tratar sobre acordos de cooperação e desenvolvimento.

O governador Gladson Cameli é um entusiasta do intercâmbio entre os dois países. Segundo o chefe do Poder Executivo acreano, não há mais tempo a perder no que se refere à integração entre Brasil e Peru.

“Esta agenda aqui em Lima é mais um passo importante para tratarmos dos trâmites do acordo de cooperação comercial entre o Brasil e o Peru. A nossa intenção é desburocratizar as importações e exportações entre os dois países e concretizar, de fato, a integração”, pontuou.

Segundo o governador, o Peru tem grande interesse em ampliar a relação comercial com o Brasil e a posição geográfica do Acre o coloca em situação privilegiada. Além do fornecimento de produtos acreanos, o propósito é transformar o estado em um grande centro distribuidor de mercadorias vindas de outras regiões do país.

O acordo de cooperação também contempla a desburocratização dos embaraços aduaneiros. O objetivo é facilitar a entrada e a saída de produtos no menor tempo possível. Atualmente, por conta da legislação vigente, o processo alfandegário pode levar quase uma semana para ser concluído, inviabilizando maior fluxo comercial entre as duas nações.

Outro aspecto negativo diz respeito à precária estrutura da alfândega, em Assis Brasil. Além das limitações físicas do prédio, faltam servidores da Receita Federal para dar celeridade aos procedimentos aduaneiros.

“Os peruanos já sinalizaram diversas vezes que querem fazer negócio com a gente e eles argumentam que a burocracia e falta de estrutura da nossa alfândega são aspectos que dificultam o processo. O que estamos fazendo é justamente resolver todos esses entraves para que possamos ampliar nossa relação comercial com o Peru e nos aproximar do mercado asiático, principalmente a China”, afirmou Cameli.

Além do governador Gladson Cameli, o evento conta com a presença dos senadores Márcio Bittar e Sérgio Petecão, do deputado federal Manuel Marcos, do governador de Rondônia, Marcos Rocha, e dos governadores peruanos do departamento de Ucayali, Francisco Pezo Torres, e do departamento de Madre de Dios, Luis Hidalgo Okimura.

Ascom

Comentários

comentários