Mãe e filha são assaltadas e ameaçadas de morte dentro do estacionamento do Via Verde Shopping

0

Uma mulher e sua filha, que não quiseram se identificar, denunciaram à reportagem da Folha do Acre que foram assaltadas dentro do estacionamento do Via Verde Shopping, em Rio Branco, na noite de quarta-feira (7).

Segundo a mãe, ela e sua filha foram ao shopping fazer compras e ao sair e se dirigir até o carro que estava no estacionamento foram abordadas por dois homens armados. De acordo com as vítimas, os assaltantes anunciaram o assalto e mandaram que as duas entrassem no veículo.

Ainda segundo as vítimas, os assaltantes queriam sair do local com o veículo, mas o carro apresentou problema técnico e não funcionou.

“A intenção deles era sair do estacionamento, mas o carro não ligou. Ficamos sob ameaças de morte caso acionássemos a polícia. Ao ver que o carro não funcionava, eles levaram nosso dinheiro e telefones e depois fugiram”, disse uma das vítimas.

A mãe conta que no local tinham vários seguranças que nada fizeram para conter os suspeitos armados. Revoltadas, as vítimas estiveram na Delegacia Central de Flagrantes e registraram queixa do assalto.

Segundo a mulher, ela vai acionar o Via Verde Shopping na Justiça, já que o estacionamento é pago e deveria ter segurança para evitar assaltos, perdas e danos aos clientes.

A reportagem da Folha do Acre entrou em contato com a assessoria do Via Verde Shopping que enviou à redação nota de esclarecimento sobre o caso. Confira na íntegra:

“Nota de esclarecimento

Em relação ao incidente noticiado pela imprensa, ocorrido em 7 de fevereiro, no Via Verde Shopping, o empreendimento esclarece que prestou todo o auxílio necessário aos envolvidos fazendo o contato imediato com a Segurança Pública do Estado.

O Via Verde Shopping reforça ainda que está trabalhando constantemente em parceria com as entidades de segurança a fim de garantir o máximo de proteção aos seus clientes.

O empreendimento lamenta profundamente o ocorrido e já se colocou à disposição da família para tomar todas as medidas cabíveis em solução ao caso”.

Comentários

comentários