Gina: sociedade espera posição do Estado sobre desaparecimento de estudante

0

Explicações

A Polícia Militar precisa vir a público explicar a morte desse suspeito que já estava detido. Dizer que foi espancado por populares e já bastante machucado o jogaram em um porta malas, e que misteriosamente ao abri-lo ele estava morto torna a coisa toda simplista demais.

Políticas públicas eficazes

Verdade que a onda de violência que atinge Rio Branco anda desenfreada, mas matar assaltante ou deixar linchá-los não resolverá a situação. Precisamos de um plano de segurança eficaz que combata o tráfico de drogas que campeia em nossa cidade, entre outras coisas. Todo o resto será justiçamento barato e medieval.

Gafe

O prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), não apenas deveria se livrar dos velhos e retrógrados símbolos petistas, mas também de alguns aliados. A gafe cometida pela deputada Leila Galvão ao chamar a peedemebista Eliane Sinhasique de futura prefeita de Rio Branco divertiu os internautas nos últimos dias.

Rodrigo Damasceno

O prefeito Rodrigo Damasceno oficializou o registro da sua candidatura junto ao Tribunal Regional Eleitoral do Acre. Agora é oficial, ele vai disputar a reeleição. O Interessante é que em síntese ele será apoiado pelo mesmo grupo de sempre.

Mais velho, porém nada maduro

Rodrigo Damasceno chega a esta reeleição mais velho, porém nem um pingo mais maduro. Chega o mesmo garoto de sempre que se certa de outros garotos iguais a ele e acha que pode administrar uma cidade da mesma forma que administra o seu “clube do bolinha”.

Ao contrário de Marcus Alexandre

Enquanto Marcus Alexandre acolhe o recado das ruas de que as pessoas não estão nada simpáticas ao PT e deixou de lado os símbolos petistas, Rodrigo em completa surdes e falta de inteligência política se veste de vermelho, agarra-se com Chagas Batista do núcleo duro do PCdoB, pede a benção e o dinheiro do tio rico e parte para buscar a reeleição. Mais retrogrado impossível.

Velhos valores

Rodrigo representa uma velha política e está ancorado em valores antigos, em empresários não comprometidos com o bem estar social da coletividade e por isso deve ser combatido de forma tão eficaz.

Cadê a moça?

O secretário Emylson Farias deveria aproveitar seu desprendimento em não se preocupar com sua própria vida, após afirmar estar sendo ameaçado de morte e mesmo assim não temer, e começar a se dedicar a investigar esta historia do desaparecimento da estudante de direito da FAAO, que sumiu misteriosamente de Rio Branco.

Suspeita grave

A família da estudante suspeita de tráfico de pessoas. A suspeita é gravíssima. O mínimo que deveria acontecer era um pronunciamento da Secretaria de Segurança sobre o caso. A família da jovem e a sociedade em geral aguardam um posicionamento das autoridades.

Por que o silêncio?

A Maternidade Bárbara Heliodora precisa explicar porque ficou em silêncio diante do gravíssimo fato de uma criança ter sido retirada de dentro da maternidade para uma adoção completamente ilegal. Abafaram o caso na época e só veio à tona agora após uma reportagem da Folha do Acre.

Bom dia a todos

Comentários

comentários