Tião Viana diz que PT sai fortalecido e oposição não terá ‘vida fácil’ em 2018

Ele afirmou que o discurso da oposição de que a situação será favorável a eles caiu por terra ao ver o PT eleger 10 prefeituras

0
Governador Tião Viana (PT) durante conversa com o senador Gladson Cameli, provável candidato da oposição ao governo, em 2018/Foto: Altino Machado
Governador Tião Viana (PT) durante conversa com o senador Gladson Cameli, provável candidato da oposição ao governo, em 2018/Foto: Altino Machado

Em entrevista coletiva concedida na manhã desta segunda-feira (3), na casa rosada, gabinete oficial do Executivo, o governador do Acre, Tião Viana, afirmou que o Partido dos Trabalhadores (PT) não saiu derrotado nas eleições do último domingo.

Ele afirmou que o discurso da oposição de que a situação será favorável a eles caiu por terra ao ver o PT eleger 10 prefeituras, no interior e mais a capital. Nas palavras de Tião Viana, “o jogo está zerado”.

O governador petista começou a entrevista frisando o fato de que o PT foi o partido que mais elegeu vereadores no Acre, em um total de 40, enquanto o PMDB elegeu 31, o PP 22 e o PSDB elegeu apenas 16 vereadores.

“Isso mostra que o partido segue firme. Quanto às prefeituras elegemos 11, então podemos dizer que o jogo está zerado”, salientou, referindo-se à eleição de 2018.

A respeito de terem perdido nos dois segundos maiores colégios eleitorais, Cruzeiro do Sul e Sena Madureira, Tião Viana diz que é preciso analisar o cenário, mas ressalta que a candidata da Frente Popular em Cruzeiro, Carla Brito (PSB), saiu-se muito bem. Ele frisou que o candidato eleito, Ilderlei Cordeiro (PMDB), enfrenta uma pendência judicial por crimes eleitorais.

“Nós sabemos como se ganha as eleições em Cruzeiro do Sul, sem contar do litígio que envolve a chapa vencedora”, frisou.

A respeito de ter perdido as eleições em Tarauacá e Feijó, Tião cita que continua sendo muito popular naquela região e que os resultados viraram na última hora.

Comentários

comentários