Ex-porta-voz de Tião usa Facebook para apontar nomeações de petistas no governo Gladson

0

O ex-porta-voz do ex-governador Tião Viana, jornalista Leonildo Rosas, aparentemente desocupado enquanto não retorna ao seu posto de trabalho no governo federal, tem dedicado seus dias para usar o Facebook onde segue apontando as nomeações de pessoas, supostamente, filiadas ao Partido dos Trabalhadores (PT) no governo Gladson Cameli.

Em postagem feita na segunda-feira (7), Leonildo debocha ao dizer que o governo progressista está cada dia mais confuso ao declarar que nomearia a primeira-dama, Ana Paula Cameli, para uma secretaria que foi extinta e logo em seguida nomeou um petista, filiado ao PT há mais de 10 anos, para a pasta criada no lugar da Inclusão Social, onde deveria ter sido nomeada a primeira-dama.

“Está ficando difícil entender as coisas. Foi amplamente anunciado que a primeira-dama, Ana Paula Cameli, seria da Inclusão Social. O problema é que essa secretaria não existe na atual estrutura do governo. Para cuidar desse assunto foi criado o Instituto de Assistência e Inclusão Social que será presidido pelo petista Carlos Gabriela Costa Garcez”, escreveu ao postar comprovante de filiação de Carlos ao PT.

Na manhã desta terça-feira (8), Leonildo voltou a provocar os partidos aliados de Gladson ao sugerir que há uma briga interna.

“Há quem diga que toda essa celeuma causada na nomeação de Alércio Dias para o Acreprevidência tem apenas um motivo real: teria sido indicado pelo senador Sérgio Petecão. O resto seria cortina de fumaça”, diz.

Gladson falou com a reportagem da Folha do Acre nesta terça-feira e pediu que membros do seu grupo político não peguem corda de petistas.

“Não entendo por que algumas pessoas do nosso grupo estão pegando corda de petistas”, diz.

Comentários

comentários