Governo do Acre vai gastar R$ 11 milhões sem licitação com alimentação para presos

0

O Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen) publicou, por meio do Diário Oficial do Estado (DOE), três contratos que dispõe sobre a compra de alimentação para os apenados dos complexos penitenciários do Estado. 

Os vencedores do contrato, que ocorreu com dispensa de licitação, foram as empresas F. Iris Castro da Silva e M.V. Calil da Silva, pelo período de seis meses. O valor total é de mais de R$ 11.741.904,00 milhões.

O diretor Lucas Gomes informou que a dispensa de licitação ocorreu devido ao fato ser ‘emergencial’. “Três empresas concorram, a que venceu ofereceu um menor valor. A empresa anterior fornecia almoço e jantar ao preço de R$ 7,77, já a nova contratação, conseguimos reduzir esse valor para R$ 6,35”, declarou à Folha do Acre.

O gestor disse que a alimentação será para vários complexos, inclinado a Papudinha, Francisco de Oliveira Conde e Amaro Alves. 

Vale ressaltar que hoje são distribuídas 12 mil refeições diariamente aos presidiários dos complexos penitenciários de Rio Branco. O custo diário com a alimentação dos detentos é superior a R$ 66 mil – ou aproximadamente R$ 2 milhões por mês.

Comentários

comentários