“Entrar com maconha pode, mas de legging não”, diz aluna barrada no CEBRB

0
Colégio fica no Centro de Rio Branco/arquivo FDA

Um grupo de pelo menos 30 estudantes foi impedido de entrar no Colégio Estadual Barão do Rio Branco (CEBRB), na manhã desta sexta-feira (11). As jovens afirmam que a barreira foi posta por estarem vestindo legging. A reportagem da Folha do Acre esteve na escola, mas a direção preferiu não se pronunciar sobre o caso. A instituição é alvo de várias críticas nas redes sociais.

Uma senhora que trabalha como porteira negou ter impedido a entrada das alunas. Segundo ela, eram apenas 5 meninas, e que após uma conversa com a diretora entraram em sala de aula e assistiram aula normalmente. “Que história é essa?, isso é mentira, era umas 5 meninas e conversam com a diretora. Estão na sala estudando, todo mundo entrou hoje”, disse.

É de conhecimento público que alguns estudantes fazem uso de drogas no interior daquele colégio, diante disso, internautas dizem não entender a proibição de alunas irem assistir aula de legging “Quer dizer que se drogarem dentro da escola pode né, agora estudar de legging não pode. Povo besta, o importante é irem estudar. Deveriam proibir a maconha”, comentou um um internauta.

Comentários

comentários