quinta-feira, dezembro 2, 2021
26.3 C
Rio Branco
quinta-feira 02 dezembro 2021

Principal acusado de assassinar colono em Brasiléia é preso em Capixaba quase um ano depois

POR Redação Folha do Acre

Durante uma operação realizada na zona rural do município de Capixaba, resultou na prisão de 10 pessoas com envolvimento em tráfico de drogas, organização criminosa, entre outros crimes, também ajudou em solucionar um latrocínio ocorrido em Brasiléia.

Em dezembro de 2020, o colono João Francisco Kurzoske, de 41 anos, no Ramal do Picadão, com acesso no km 69 pela BR 317 (Estrada do Pacífico), morto a tiros e teve seu corpo encontrado horas depois por vizinho que acionaram as autoridades policiais.

Na época, as investigações da linha de investigação, foi descoberto que João foi vítima de latrocínio – roubo seguido de morte, uma vez que teria dinheiro em casa e nada foi encontrado. O principal suspeito, teria ido para fazer um acerto de contas entre eles e cometeu o crime.

A identidade do suspeito ficou em sigilo para que não atrapalhasse as investigações. Nesta operação ocorrida em Capixaba, foi detido Átalo Freds Morais da Silva, de 21 anos, que portava dois revólveres calibre 38, munição e um simulacro (revólver de brinquedo).

Átalo estava escondido no Ramal da Alcobras, era considerado foragido da Justiça pelo crime ocorrido em Brasiléia. O agora detido, está a disposição da Justiça podendo ser transferido ao presídio na Capital, onde irá aguardar o pronunciamento sobre seu caso.

O Alto Acre

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img