segunda-feira, setembro 27, 2021
32.3 C
Rio Branco
segunda-feira 27 setembro 2021

Aquiri Engenharia pode ter sido vítima de sabotagem por empresas que querem cartel da construção no Acre

POR Coluna da Gina

Sabotagem

A empresa Aquiri Engenharia, empresa acreana, pode ter sido vítima de sabotagem por parte de outras empresas do ramo que querem formar uma espécie de cartel do setor.

Tentativa de “queimar” a empresa no mercado

A Aquiri fez uma obra no portal da Amazônia no dia 23 de julho e em seguida o meio fio foi deteriorado. Os indícios são claros de que pode ter sido proposital apenas para “queimar” a empresa com o governo.

Tem gente grande por trás

Por trás da sabotagem, que, inclusive, é crime previsto em lei, estão aqueles que querem dominar o mercado da construção civil no Acre.

Difícil

Difícil uma empresa acreana, nova, pequena, progredir no ramo da construção no Acre e todos sabem disso.

Cartéis disfarçados

Há por essas bandas uma espécie de cartel de empresas de construção, algumas até com pedido de recuperação judicial que usam CNPJs de outros ou que burlam a lei para conseguir continuar dominando o mercado da construção civil no Acre.

Contentes

Os moradores do Portal da Amazônia não estão reclamando da qualidade da obra e o que houve ali tem toda aparência de ter sido sabotagem.

Conhece o jogo

O governador Gladson Cameli conhece quem é quem nesse jogo milionário da construção civil, conhece o ‘fogo amigo’, a tentativa de “queimar” concorrentes e sabe ainda melhor que é preciso agir com pulso firme para que empresas sérias tenham vez para mostrar seus serviços.

Castas

Muito difícil ser empresário no Acre, ainda mais ser um pequeno empresário e lutar contra um sistema de castas familiares e cartéis disfarçados de clubes de amizades.

Secretário de Comunicação que não sabe se comunicar

O secretário de Comunicação da Prefeitura de Rio Branco, Ailton Oliveira, não sabe se comunicar. Ao ser interpelado por essa jornalista sobre um suposto assédio moral, o secretário abriu a caixa de ironia e, por fim, bloqueou esta profissional. Triste.

Assédio moral

A jornalista Katiussi Melo denunciou Ailton Oliveira por assédio moral e registrou boletim de ocorrência. O dever de todo jornalista é ouvir o acusado antes de publicar a matéria, mas o secretário desconhece os principios básicos do jornalismo.

Sessões presenciais

Em agosto, a Assembleia Legislativa retoma as sessões presenciais e assim espera-se que os trabalhos rendam mais.

Online

As sessões onlines, que foram realizadas em épocas de pandemia, não têm a mesma força das presenciais.

Bom dia a todos

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img