Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

Operação Fake Bois: Acre teve prejuízo de R$ 30 milhões com fraude na venda de gado

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Delegados da Polícia Civil do Acre concederam coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira (9) para detalhar a segunda fase da Operação Fake Bois, que investiga a venda ilícita de gado no Acre.

Esta segunda fase a polícia passou a investigar os fazendeiros beneficiados com o esquema fraudulento na venda de gado. Segundo o delegado Pedro Resende, a polícia cumpriu seis mandados de busca. Ninguém foi preso nesta segunda fase da operação.

“Hoje passamos a buscar quem são essas pessoas beneficiadas. Cumprimos 6 mandados de busca em Capixaba, Senador Guiomard e Rio Branco”, conta Pedro Resende.

O delegago Pedro Resende afirma que o esquema fraudulento pode ter causado um prejuízo de R$ 30 milhões de reais do sistema tributário do Acre.

Ainda segundo Pedro, o cadastro de alguns fazendeiros estão bloqueados no Idaf até que sejam investigada a possível participação no esquema.

“Alguns proprietários de gado estão com seus cadastros no Idaf bloqueados até que se finalize as investigações”, disse o delegado.

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas