Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Gladson Cameli não deixa o PP e deverá reorganizar a casa para as eleições

Gina Menezes

Publicado

on

A segunda-feira (20) inteira foi de especulações políticas a respeito da possível saída do governador do Acre, Gladson Cameli, do Partido Progressista.

O governador chegou a dizer que não tinha mais clima para ficar depois do áudio vazado em que o presidente regional da sigla, pastor Reginal Ferreira, o chama de “mimado”, “riquinho” e de “Peter Pan”.

Mesmo com o clima nada harmônico, o governador foi convencido por uma ala do partido a ficar e na tarde desta segunda-feira Cameli se reuniu com 6 dos 7 prefeitos que compõem a sigla para uma espécie de reorganização da casa.

Gladson Cameli, como a maior liderança da sigla, deverá conduzir o processo eleitoral e reorganizar o PP.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas