Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Brasileia

Militares assumem Cobija e fazem valer estado de emergência sanitária

Redação Folha do Acre

Publicado

on

As Forças Armadas da Bolívia iniciaram um trabalho intenso na manhã desta quinta-feira, dia 26, em diversas ruas, avenidas e bairros de Cobija/Pando, onde os militares verificavam se estão cumprindo todas as normas estipuladas relacionadas ao Estado de Emergência Sanitária que vive o país por causa da pandemia do coronavirus (covid-19).

“Estamos aplicando o Decreto Supremo de Emergência Sanitária, por esse motivo não permitimos a circulação de veículos”, disse um dos soldados que patrulhavam a área na cidade de Cobija.

De acordo com as novas determinações do governo, as pessoas que dependendo do último número dos cartões de identidade poderão circular entre as 07:00 e as 12:00 no dia respectivo. No entanto, hoje na capital da pandina, muitos cidadãos não cumpriram essa medida, o que forçou as forças dar ordem de parar aos moradores de bairros periféricos em 6 de agosto e 23 de março.

O efetivo militar apreendeu motocicletas que foram posteriormente transferidas para os escritórios de trânsito, o número de veículos motorizado estaria acima da média esperada transitando pelas ruas da cidade descumprindo as normas. As pessoas que foram paradas por não cumprir as determinações, poderão pagar multa de até B$ 1000 bolivianos e os motoristas detidos, poder!ao ficar presos por oito horas e pagar multas de B$ 2000 bolivianos.

Ainda de acordo com o Decreto Supremo nº 4200 publicado pela presidência do País, está garantido o trabalho para os jornalistas e trabalhadores dos meios de comunicação que estiveram em seu devido turno, mas, devem estar portando suas credenciais. Em caso de descumprimento, serão passiveis de responder as leis impostas.

O Alto Acre

Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas