Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

Três presos e mais de R$ 90 mil em contrabando apreendido em Senador Guiomard

Anderson Bodanese

Publicado

on

Nas primeiras horas da sexta-feira, 3 de janeiro, as forças de segurança do Acre deram inicio a Operação Fecha Fronteira, ação integrada com tempo de duração estimado em 60 dias e que objetiva coibir os mais diversos crimes em Rio Branco, entre os quais o roubo de veículos em geral e também realizar fiscalização ainda mais rigorosa na região de fronteira com o Peru e a Bolívia e também com o estado vizinho de Rondônia.

Como parte do resultado das primeiras 24 horas de operação o Grupo Especial de Fronteira – GEFRON-AC realizou a prisão em flagrante de três pessoas por contrabando e descaminho e ainda apreendeu mais de R$ 90 mil em produtos contrabandeados. Os flagrantes aconteceram no posto de fiscalização localizado no trevo de Senador Guiomard.

O primeiro flagrante aconteceu durante abordagem a um taxi que vinha da fronteira pela região do Alto Acre. No veículo foram encontradas várias caixas de cigarros, desodorantes, grande quantidade de alho, além de outros produtos que vinham sendo trazidos para o Acre de forma ilegal.

Os policiais do GEFRON-AC encontraram ainda, escondido sob o carpete do veículo pouco mais de R$ 6.400,00, que também foi apreendido.

Como não conseguiram comprovar a procedência dos produtos, bem como não foi apresentado qualquer documentação que comprovasse a origem do carregamento e do dinheiro encontrado no interior do taxi, os dois ocupantes do automóvel receberam voz de prisão e foram levados para os procedimentos legais.

No segundo flagrante, os agentes do GEFRON-AC pararam um pequeno caminhão tipo baú que transportava um carregamento de cerca de 83 pneus de fabricação estrangeira, 264 unidades de silicone de alta pressão e 18 amortecedores. Os produtos, que tem a entrada controlada no Brasil, estavam sem a devida documentação e foram apreendidos e o motorista do caminhão preso em flagrante.

Somente nesta apreensão, o valor é estimado em mais de R$ 80 mil de produtos que entrariam ilegalmente no Acre.

Assessoria

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas