Galo sai atrás do placar, mas vira sobre o Princesa: 2 a 1

0
Jogadores do Atlético Acreano comemoram o segundo gol da vitória celeste contra o Princesa do Solimões. Foto/Sérgio Vale

Com dois gols marcados na etapa complementar de jogo, o Atlético Acreano venceu, de virada, na tarde e noite de ontem (28) o Princesa do Solimões por 2 a 1. O duelo atraiu 369 pagantes ao estádio Florestão.

Com o resultado, o Galo Carijó assumiu isoladamente a liderança do Grupo A1, com seis pontos. O Princesa do Solimões com a revés divide a segunda colocação do grupo com o Trem-AP, mas o time amazonense leva vantagem no saldo de gols. O Real Desportivo-RO é o lanterna sem ainda pontuar na competição.

No próximo domingo (3), no estádio Florestão, o Galo Carijó recebe o lanterna Real Desportivo, às 17h. Já o Princesa do Solimões enfrenta no mesmo dia o Trem-AP.

Jogo

Mesmo sem conta com o atacante Rafael Barros, após uma decisão de diretoria e comissão técnica, o Galo Carijó começou a partida sufocando o time amazonense. O goleiro Raiscifran era o nome do jogo, realizando grandes defesas e, numa dela, fez milagre numa conclusão do lateral direito Januário, aos 13 minutos.

O Princesa apareceu no jogo numa falha do lateral direito Januário. O jogador Weverton pegou a sobra e finalizou sem chances para o goleiro Babau, aos 17 minutos.

O Galo tentou a reação ainda no primeiro tempo, após a queda de energia, mas o árbitro da partida (Andrey da Silva, do Pará) anulou um gol do atacante Neto, causando revolta da torcida.

Virada

Na etapa complementar de jogo o Galo Carijó mostrou poder de reação. O empate quase saiu aos 14 minutos, mas a bola do meia Jeferson ficou no travessão do gol de Raiscifran.

Dona das ações, o time celeste arrancou o empate numa bola parada de Januário, aos 22 minutos. Neto desviou e a bola sobrou para Careca. O meia celeste não perdoou. Tudo igual!

A virada atleticana era questão de tempo e, aos 32 minutos, o meia Careca fez grande jogada e deixou Pisika de frente com a rede. O talismã celeste teve apenas o trabalho de empurrar a redondinha para a rede.

Por outro lado, o Princesa ainda teve a chance do empate aos 37 minutos, mas o atacante Marinelson escorregou na frente do goleiro Babau. Ufa!

A última oportunidade de gol saiu aos 49 minutos. O talismã Pisika, após driblar o goleiro Raiscifran, acabou desarmado pelo zagueiro do time amazonense.

FONTE: ACEA

Comentários

comentários