Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Gina Menezes

O guloso Tchê vai ocupando espaços, fatiando o Estado e se aproxima da Prefeitura de Rio Branco

Coluna da Gina

Publicado

on

Cada vez mais forte

O guloso deputado Luiz Tchê (PDT), conhecido por abocanhar todos os espaços em governos, sejam eles quais forem, segue fatiando o governo Cameli e ocupando cada vez espaços mais importantes, principalmente dentro da estrutura de Segurança Pública.

Socorro que se prepare

Tchê está a um passo, de em caso de vitória de Socorro Neri, colocar as garras na máquina municipal. Socorro que se prepare, pois ele irá pedir 88 secretarias, espaço da zeladoria, Emurb e até na limpeza. Vai custar caro essa indicação.

Ele sempre se adequa à máquina

Tchê é um fenômeno quando se trata de conquistar espaços dentro da máquina púbica. Não importa a sigla que está na administração, nem se ele foi oposição a ela. Tchê sempre se amolda à máquina estatal. Passa governo e sai governo e seu grupo segue lá no poder.

Sem ideologia

Tchê não possui e nem jamais possuirá qualquer ideologia política. A sua única paixão é a máquina estatal.

Perdeu eleição em 2018, mas ganhou espaço no governo que ganhou

Não custa lembrar que o PDT foi o partido que indicou o vice na chapa de governador liderada por Marcus Alexandre (PT), em 2018. No caso, o indicado foi o delegado Emylson Farias.

Não perdeu nada

Se Marcus Alexandre tivesse sido eleito, Tchê teria fatiado o Estado e conquistado bons cargos. Como todos sabem, o eleito foi Gladson Cameli e Tchê fatiou o Estado e conquistou importantes cargos. Prova disso é que aos poucos ele vai tomando para si e seu grupo toda a estrutura da Segurança Pública.

O leva tudo

Ou seja, não importa quem ganhe e quem perca, Tchê sempre se ampliará à máquina. Eles passarão e Tchê passarinhará com seu sotaque gaúcho e jeito de quem nada quer e tudo leva.

Não é tanto assim

Esta colunista conversou com o deputado Tchê, presidente do PDT no Acre, e ele afirmou que não tem essa moral toda com o governador Gladson e que as indicações da Segurança Pública são méritos dos próprios nomeados.

Preparados

Tchê ressaltou que o PDT possui quadros qualificados, com nível superior e visão nacional da política.

Não fala sobre outras siglas

Questionado se achava os 11 partidos que apoiaram Gladson na eleição de 2018 desqualificados e sem quadros, Tchê negou e disse que não fala sobre outra sigla que não seja a dele.

Conversa com Cameli

Tchê confirmou à coluna que houve uma conversa com Cameli sobre a indicação de Ribeiro, mas que não irá dar declarações sobre o assunto até sentar com as lideranças pedetistas.

Charlene e Toinha unidas

Em Sena Madureira começou a circular informações de que Charlene Lima e Toinha Vieira estariam brigadas e a chapa tinha ido às cucuias. No entanto, as duas negaram tal situação e qualificaram como fake news.

Coisa de louco

Em Sena Madureira a disputa municipal, assim como todas as outras, é uma coisa visseral. Acontece de tudo. Coisa de louco.

Bom dia a todos

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas