segunda-feira, agosto 2, 2021
18.3 C
Rio Branco
segunda-feira 02 agosto 2021

Advogado acreano condenado por homofobia sai em defesa de Sikera Jr: “Campanha imunda”

POR

O advogado acreano Leandrius Freire Muniz, que em 2019 foi condenado a pagar indenização de R$ 10 mil reais por ter feito declarações homofóbicas contra a jornalista Júnia Vasconcelos, saiu em defesa do apresentador da RedeTV, Sikêra Jr, envolvido em mais uma polêmica após usar seu programa para xingar os gays de “raça desgraçada” e associar crimes sexuais contra crianças aos homossexuais.

A ofensa foi proferida na véspera do Dia do Orgulho LGBTQIA+ e já virou alvo de uma ação judicial elaborada pela Aliança Nacional LGBT. O Ministério Público Federal (MPF) no Rio Grande do Sul também apresentou uma ação contra o apresentador e a emissora pedindo R$ 10 milhões em indenização por danos morais coletivos.

“Ele não xingou os gays. Ele se referiu a campanha imunda do BK. Quanto mais batem no veinho mais a audiência cresce e ele fica rico. Único jornal que assisto, o único que representa e defende a família e os ideais conservadores”, escreveu o advogado numa postagem no Facebook em defesa ao apresentador do Alerta Nacional.

Após o ataque de Sikêra Jr aos homossexuais, ele e as emissoras para quem presta serviços começaram a sofrer consequências. Até agora pelo menos quatro empresas cortaram os anúncios publicitários que eram feitos no programa e também nos vídeos produzidos pelas televisões e publicados no YouTube.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img