22 junho 2024

Governo Lula reconhece calamidade em RS e promete reconstrução das rodovias destruídas

Por Vitória Lima, da Folha do Acre

Date:

O Governo Federal decretou estado de calamidade para os 336 municípios do estado do Rio Grande do Sul (RS), visando agilizar e facilitar os repasses de verbas federais à população, em meio à burocracia usual. O presidente Lula assegurou a reconstrução das rodovias devastadas pela tragédia.

Até o último domingo, os números são alarmantes: 78 mortes, 105 desaparecidos e 175 feridos. A defesa civil registra 134,3 mil pessoas deslocadas, sendo 18,4 mil abrigadas e 115,8 mil desalojadas. Animais de estimação são deixados para trás, enquanto casas, carros e memórias são tragados pelas águas revoltas.

O ministro Wellington Dias detalhou as ações emergenciais do Governo Federal, destacando um investimento de R$ 807,2 milhões em ajuda humanitária, incluindo antecipação do pagamento do Bolsa Família e BPC, além de auxílio gás, cestas de alimentos, kits de higiene e limpeza, roupas, colchões e lençóis.

Outras iniciativas estão em curso:

– Distribuição de Cestas de Alimentos: R$ 8,3 milhões foram empenhados para a entrega de 52 mil cestas pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a uma taxa de aproximadamente 4.500 cestas por dia. O MDS busca mais R$ 7 milhões para adquirir 45 mil cestas adicionais.

– Auxílio de Abrigamento:R$ 10 milhões foram liberados para repasses aos municípios, visando atender às pessoas desalojadas e desabrigadas que necessitam de acolhimento emergencial.

– Rede SUAS:O cofinanciamento foi adiantado para os dias 9 e 10 de maio, totalizando R$ 18,8 milhões.

– Outras Ações: O Governo Federal também está disponibilizando 2 mil cestas de alimentos para cozinhas solidárias, destinadas a atender à população afetada pelas chuvas. As equipes do MDS estão em contato direto com as equipes estaduais e municipais, orientando sobre o acesso aos recursos emergenciais e estratégias de proteção.

Últimas