23 abril 2024

Policial que matou jovem na Expoacre pode pegar 50 anos de prisão, diz advogada

Por Aikon Vitor, da Folha do Acre

Date:

O policial penal Raimundo Nonato Veloso da Silva Neto será submetido ao julgamento de instrução pela acusação de homicídio de Wesley Santos durante a Expoacre de 2023. A advogada da família, Gicielle Rodrigues, destacou a possibilidade de o réu enfrentar até 50 anos de prisão por homicídio com motivos fúteis, além da tentativa de homicídio contra a então namorada de Santos, Rita de Cássia.

Rodrigues enfatizou a determinação da família em buscar justiça e expressou a expectativa de que o réu seja pronunciado pelo júri popular. A defesa e acusação apresentarão 8 testemunhas cada, assim como vídeos que corroboram a materialidade do crime.

O processo teve início no ano anterior, quando Raimundo Nonato Veloso da Silva Neto se tornou réu por decisão da juíza Luana Campos, após a aceitação da denúncia pelo Ministério Público do Acre. No momento do crime, o réu teria atirado contra Wesley Santos, resultando em sua morte, e causando ferimentos graves em Rita de Cássia. Wesley faleceu no pronto-socorro de Rio Branco no dia seguinte ao incidente.

Últimas