12 junho 2024

Acre teve 2ª maior alta no consumo de energia no país em 2023, diz levantamento

Redação Folha do Acre

Date:

O calor intenso em todo o país fez com que a maioria dos estados apresentasse um aumento no consumo em 2023, se comparado ao ano de 2022. De acordo com dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), o Acre apresentou o segundo maior aumento, com 11,2%, atrás apenas do Maranhão com 33,8% e na frente do Mato Grosso com 9,6%.

Ainda de acordo com o estudo, o consumo de energia elétrica no Brasil atingiu 69.363 megawatts médios em 2023, aumento de 3,7% em relação a 2022. O uso mais intenso de eletrodomésticos, como ventiladores e ar-condicionado, contribuiu para o aumento da demanda, especialmente nos últimos meses do ano, quando as temperaturas atingiram recordes em diversas regiões do país.

Cristiano Saraiva, gerente de planejamento da Energisa Acre, confirma que o aumento do consumo está diretamente associado às ondas de calor causadas pelo fenômeno El Niño que aconteceram no segundo semestre de 2023.

Saraiva explica que os equipamentos que mais contribuíram com esse aumento de consumo são os da classe residencial basicamente associados a refrigeração, tanto refrigeração do ambiente, quanto refrigeração de alimentos, tais como: ar-condicionado, geladeira e freezer.

Para redução do consumo de energia de equipamentos, Saraiva dá dicas:

“Pensando no ar condicionado, é muito interessante que você dê uma manutenção nesses equipamentos, de forma constante. Faça a limpeza do filtro, faça a limpeza da centrifugadora. Um bom dimencionamento desse equipamento também é interessante. Ou seja, quanto melhor estiver dimensionado para o ambiente que ele está inserido, maior a chance dele consumir menos. Se você dimensiona mal, esse equipamento vai se esforçar um pouco mais e vai consumir mais energia. Outro ponto importante, além da manutenção e do bom dimensionamento é manter portas e janelas fechadas, e não fique tentando refrigerar outro ambiente com um equipamento só. Mantenha fechado para que você aumente a eficiência daquele equipamento”, diz.

O gerente ainda explica que com relação às geladeiras e freezers, é importante que a borracha que fica em volta desses equipamentos esteja bem vedada, para que não fique saindo o ar frio lá de dentro e que essa troca de ar quente e ar frio não ocorra com tanta frequência.

“Importante também para aquelas pessoas que gostam de abrir a geladeira a cada 10 minutos, para dar aquela conferida para ver o que tem dentro, que isso também aumenta o consumo daquele equipamento. Toda vez que você abre, ele esquenta e quando você fecha, ele precisa trabalhar mais porque a temperatura está mais alta do lado de fora”, esclarece.

G1

Últimas