14 julho 2024

Estudante de enfermagem sofre queimaduras de 1º e 2º graus durante vazamento de gás em restaurante

Redação

Date:

A estudante de enfermagem Marsílira da Silva Costa, de 26 anos, sofreu queimaduras de 1º e 2º graus durante o vazamento de gás de cozinha em um restaurante do bairro São Francisco, em Rio Branco, na última quarta-feira (8). A jovem fazia a troca da botija no restaurante de uma amiga quando houve o acidente.

Além de Marsílira, estavam na cozinha a dona do estabelecimento e uma amiga delas. As três preparavam o almoço quando o gás acabou e pegaram uma botija reserva para fazer a troca.

Ela está internada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do 2º Distrito da capital acreana. Ao g1, Marsílira contou que é acostumada a fazer a troca das botijas quando o gás acaba na casa dela. Na quarta-feira, ela foi convidada pela dona do restaurante, que é sua amiga de longa data, a ajudar na cozinha.

“Sempre tiro diária lá, estava com uma amiga, que já teve alta. A dona do restaurante é nossa amiga, a gente ajuda ela. Fui fazer a troca da botija, faz tempo que faço, a gente que é dona de casa faz tudo quando o marido está trabalhando. O costume é o que mata”, recordou.

Ao tentar colocar o relógio da botija, Marsílira ouviu um barulho alto de vazamento e a botija começou a rodopiar na cozinha. As demais pessoas que estavam no espaço tentaram desligar o fogo de um dos fogões que estava ligado, contudo, o vazamento chegou até as chamas.

“Fez um barulho de como se fosse um extintor. Não tive mais o controle da botija e ficou girando como se fosse um pião. A menina correu para desligar a boca do fogão, mas o fogo se alastrou como se fosse um relâmpago e pegou na gente”, lamentou.

O filho da dona do restaurante conseguiu apagar o fogo com um extintor. Contudo, a estudante, que estava mais perto do fogão, sofreu queimaduras nas pernas, nos braços, no tórax e no rosto. Uma guarnição de incêndio do 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros do Acre foi acionada e conteve o vazamento.

Últimas