17 julho 2024

Homem que matou sogro, esfaqueou a ex-mulher e cunhadas é condenado a 30 anos de prisão

Redação

Date:

O Tribunal do Júri Popular da Comarca de Rio Branco proferiu uma sentença rigorosa contra Wellington Silva de Matos, de 24 anos, condenando-o a 30 anos e 3 meses de prisão. O julgamento ocorreu na quinta-feira, 19, na Cidade da Justiça.

Matos foi declarado culpado pelo assassinato de seu sogro, José Bernardo de Lima, de 52 anos, e pelas tentativas de homicídio contra sua ex-esposa e duas cunhadas, que foram brutalmente esfaqueadas.

A ex-mulher, Rosineide Nunes de Lima, foi agredida com 17 facadas, enquanto seu filho de seis anos tentava protegê-la. O promotor de Justiça, Ildor Ximenes, descreveu o agressor como “a maldade em pessoa”.

Os crimes ocorreram em março de 2022, no bairro Cidade do Povo, no Ramal do Herculano, quando o acusado invadiu a residência da vítima na esperança de reatar seu relacionamento com a ex-companheira.

José Bernardo de Lima, pai das vítimas, ao perceber os ataques contra suas filhas, tentou protegê-las, mas acabou sendo fatalmente atingido com duas facadas no peito. As outras duas filhas de José Bernardo também sofreram ferimentos graves devido aos ataques de Matos.

As vítimas, incluindo Rosineide, Rosilândia Nunes de Lima e uma menor de 16 anos identificada como A.R.N., conseguiram sobreviver graças ao atendimento médico prestado no Pronto-Socorro de Rio Branco.

Horas após os ataques, as autoridades localizaram Matos, que apresentava uma ferida causada por arma branca. O criminoso recebeu atendimento médico antes de ser encaminhado à Delegacia Central de Flagrantes e detido.

A juíza Luana Campos, que presidiu o julgamento, não apenas condenou Matos com base no veredicto do corpo de jurados, mas também determinou que ele cumprirá sua pena inicialmente em regime fechado, sem possibilidade de recorrer em liberdade. O condenado já se encontra sob custódia.

A Gazeta do Acre

Últimas