26 fevereiro 2024

Bocalom tenta conseguir 12 assinaturas para que empréstimo seja votado novamente

Redação

Date:

Logo após a rejeição unânime dos vereadores ao Projeto de Lei Complementar em que a Prefeitura de Rio Branco solicitava o empréstimo de R$ 340 milhões nesta quinta-feira, 26, o líder da prefeitura, vereador João Marcos Luz, garantiu que a matéria deverá retornar à Câmara Municipal em caráter de urgência.

De acordo com Luz, o prefeito Tião Bocalom vai convocar uma nova sessão extraordinária, sem data definida. “O projeto vai voltar para casa”, declarou.

No entanto, o presidente da Câmara, vereador Raimundo Neném, disse que João Marcos está equivocado. Segundo ele, a matéria precisa ter 12 assinaturas favoráveis dos parlamentares com base no regimento interno. ” Somente assim ele entra novamente”, comentou.

Ac24horas

Últimas