1 março 2024

Bando armado mata jovem a tiros e deixa outros dois feridos em estado grave

Redação

Date:

A noite desta quinta-feira, 7, foi de terror para moradores do bairro Airton Sena, região da Baixada da Sobral, em Rio Branco. Dois homens armados realizaram ataque a tiros, matando um jovem de 18 anos e feridos gravemente outros dois.

De acordo com informações, os criminosos seriam de uma facção criminosa e teriam saído do bairro Taquari para realizar o ataque.

Segundo informações de testemunhas repassadas a polícia, o jovem Rafael Ferreira Mesquita, de 18 anos, estava conversando com um amigo em frente de casa, quando dois homens em uma moto de cor azul pararam bem na frente dos dois e começaram a atirar.

Rafael correu para os fundos do quintal, mas foi perseguido pela dupla que continuou atirando.

Sem saída e ferido, a vítima caiu próximo a cerca do quintal, atingido por quatro tiros, dois na região do tórax e dois no braço direito, não resistindo e morrendo no local.

O amigo de Rafael, identificado pelo nome de Saulo de Lima, 18 anos, foi atingido com dois tiros no tórax e mais dois, sendo um em cada braço. Ele foi socorrido por uma equipe de suporte básico, que prestou os primeiros socorros e encaminhado ao Pronto Socorro de Rio Branco, onde deu entrada ainda em estado grave.

A terceira vítima, foi um adolescente de 17 anos, que foi alvejado pela dupla com cinco tiros, um no tórax, um no cotovelo, dois no glúteo e um no joelho direito.

Segundo informações, o menor foi socorrido por populares e conduzido a Unidade de Pronto Atendimento (UPA da Sobral), mas como o estado de saúde era grave, foi transferido para o Pronto Socorro de Rio Branco.

No local do crime várias guarnições da Polícia Militar realizaram buscas objetivando prender os criminosos, que segundo informações teriam abandonado a moto no local e fugiram atravessando o Rio em direção ao bairro Taquari.

Informações dão conta que o jovem morto não tinha nenhum envolvimento com facção criminosa, assim como os outros dois feridos e que, nesse ataque, os criminosos supostamente teriam errado os alvos.

Investigadores da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa- DHPP iniciaram investigações.

A Gazeta do Acre

Últimas