Gladson vai viajar para os Estados Unidos para Força-Tarefa dos Governadores

O governador Gladson Cameli tem atuado junto ao mercado nacional e internacional para garantir a presença atuante do estado do Acre nas pautas de sustentabilidade mundial, e para tal tem participado de reuniões frequentes sobre negócios que potencializem investimentos locais.

É dentro dessa perspectiva que Cameli participa, de 7 a 11 de maio, em Washington e Miami, da Missão dos Estados Subnacionais Membros da Força-Tarefa dos Governadores para o Clima e Floresta (GCF), intitulada “Missão dos Estados GCFTF aos Estados Unidos – “Reuniões de Desenvolvimento de Parcerias Estratégicas”.

Cameli participa das reuniões a convite da direção internacional da Força-Tarefa e embarca neste fim de semana para Washington aonde tratará de pautas ambientais com instituições doadoras governamentais e bilaterais dos Estados Unidos, em Washington, além de instituições governamentais e empresariais líderes em Miami, na Flórida.

Lá, além das reuniões da missão para tratar de questões sobre o clima e o futuro da Amazônia, também participará de reunião com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Também fará reuniões com dirigentes do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF-8), um dos maiores financiadores de projetos ambientais no mundo.

Já em Miami, Cameli participará de um workshop interativo de planejamento com líderes que estão desenvolvendo a Amazon Business Chamber sobre iniciativas, atividades e eventos prioritários a realizar durante o ano civil 2023/2024, com parceiros que deverão estar envolvidos na iniciativa ao longo do ano. A agenda de Miami também incluirá duas visitas ao local do Future of Cities como um verdadeiro centro global de inovação, ideias e comércio, que tende a ser o próximo centro global de tecnologia.

Antes de embarcar, Cameli destacou a importância das reuniões do GCF para o futuro do Acre. “Mais de 85% do nosso território é composto por floresta. Sabemos que não é preciso derrubar mais nenhuma árvore porque a área aberta já é suficiente para o agronegócio sustentável. Temos tecnologia suficiente para aumentar a produtividade. Além disso, o Acre tem um grande potencial para o turismo e para o desenvolvimento. Participar dessas reuniões é garantir nosso lugar no debate global sobre desenvolvimento e inovação, uma vez que o objetivo deste evento é semear novas parcerias governamentais e de investimentos para apoiar e promover o trabalho do GCF”, disse Cameli.

Com informações da Agência de Notícias do Acre.

Compartilhe este artigo