21 junho 2024

Proprietária de pet shop diz que cães ficaram hospedados em sua casa e não na empresa

Por Kauã Lucca, da Folha do Acre

Date:

Em nota, a dona do set shop, Simone Florencio, ainda afirma que a dona dos cães, Luciana Vogel, sabia que os animais ficariam em sua residência

Uma nota de esclarecimento foi publicada na noite desta segunda-feira, 29, nas redes sociais do pet shop Doce Patinhas, onde a proprietária do estabelecimento se posicionou pela primeira vez após o caso da morte de duas cachorrinhas da policial civil Luciana Vogel, ocorrido no último dia 18 de abril. O caso ganhou grande repercussão na mídia local.

Em nota, a empresa esclareceu que Luciana tinha conhecimento de que os animais ficariam hospedados na residência pessoal de Simone Florêncio pelo período de 12 dias, enquanto a mesma faria uma viagem pessoal.

Diz ainda que o pedido de residência e acolhida dos animais teria sido um pedido pessoal de Luciana para a dona do pet shop.

O pet shop esclareceu ainda na nota que repele qualquer tentativa de vincular a morte dos animais com a imagem do estabelecimento, já que as mortes não aconteceram nas dependências da empresa.

Relembre o caso

A dona dos animais, a agente de polícia civil Luciana Vogel, relatou na semana passada – inclusive, provocando grande comoção nas redes sociais – que duas de suas cachorras morreram após serem fortemente atacadas, e teria dito que o local das mortes foi o pet shop. “Devido à grande repercussão sobre o ocorrido e temendo que isso ocorra com outras famílias pets, informo que o local foi o Doce Patinhas e que a responsável, Simone, não custeou nada”, disse.

Veja a nota do pet shop:

Últimas