terça-feira, maio 17, 2022
21.3 C
Rio Branco
terça-feira 17 maio 2022

Homem que se passava por policial civil e atirou em frente a boate é preso

POR A Gazeta do Acre

Filho de policiais civis que já morreram, o investigado ostentava arma, distintivo e publicações em suas redes sociais

Imagens de celular flagaram um homem efetuando disparos de arma de fogo na dia 2 de março deste ano, em frente a uma casa noturna de Rio Branco. Nesta quarta-feira, 06, a Polícia Civil conseguiu identificar e prender Clécio Moraes, de 35 anos, que se apresentava como policial.

Ele, que foi zagueiro do Andirá entre 2011 e 2014, deve responder pelos crimes de disparo de arma de fogo, porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e usurpação da função pública.

Filho de policiais civis que já morreram, o investigado ostentava arma, distintivo e publicações em suas redes sociais que davam a entender que ele pertencia ao quadro de policiais civis do Acre, o que não é verdade.

Por meio da 1ª Delegacia Regional da Polícia Civil (1ªDRPC), os oliciais ainda realizaram uma apreensão na casa do suspeito em que foi possível localizar a pistola utilizada no delito, entre outros materiais próprios da Polícia Civil: coletes, distintivo, duas armas de brinquedo conhecidas como simulacro, uma pistola a gás e uma espingarda de pressão.

O acusado foi encaminhado para Delegacia de Flagrantes (DEFLA) para os procedimentos cabíveis e os materiais foram aprendidos ficarão a disposição da justiça para continuação do processo.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img