23 junho 2024

Cruzeiro do Sul é alvo de golpes virtuais; beneficiários do Bolsa Família são alvos

Por Aikon Vitor, estagiário da Folha do Acre

Date:

Cruzeiro do Sul, no Acre, enfrenta uma crise de segurança cibernética que tem como alvo os beneficiários do Bolsa Família. Golpistas, se passando por funcionários da Assistência Social, estão utilizando métodos sofisticados para enganar e roubar dinheiro das vítimas.

As famílias da cidade têm sido vítimas diárias desses criminosos, que enviam mensagens por SMS, WhatsApp ou realizam ligações, contendo links para formulários fraudulentos. As vítimas são alertadas de que, se não atualizarem seus dados, correm o risco de terem seus benefícios cancelados. Muitas, temendo perderem sua fonte de sustento, acabam caindo no golpe.

A coordenadora do Cadastro Único, Sandra Soriano, adverte a população a não clicar em links suspeitos enviados para seus celulares. Ela enfatiza que as atualizações de cadastro devem ser feitas pessoalmente nos postos de atendimento, localizados na prefeitura, e recomenda o uso do aplicativo oficial do Cadastro Único do Bolsa Família para verificar informações sobre os benefícios.

O delegado Lindomar Ventura, responsável pela investigação, revelou que pelo menos três pessoas registraram queixas na última semana após serem vítimas desses golpes. Ele enfatiza que os criminosos estão aproveitando o desespero das vítimas, que fornecem voluntariamente seus dados pessoais.

As autoridades estão empenhadas em investigar esses casos para entender a técnica utilizada pelos golpistas. Entretanto, é importante ressaltar que nenhum órgão oficial, como a Caixa Econômica ou o programa Bolsa Família, solicita informações pessoais por meio de links ou ligações.

Em relatos recentes, três vítimas tiveram valores retirados de suas contas depois que os golpistas criaram um código QR para realizar pagamentos.

Para evitar cair nesses golpes, as autoridades recomendam que os beneficiários:

– Não cliquem em links enviados por SMS, WhatsApp ou e-mail que solicitem atualização de dados pessoais.
– Verifiquem a autenticidade das informações nos aplicativos oficiais do Governo Federal.
– Realizem atualizações de cadastro somente de forma presencial nos postos de atendimento.
– Em caso de dúvida, entrem em contato diretamente com a Assistência Social ou o posto de atendimento do Cadastro Único.

Últimas