23 junho 2024

Greve das universidades: Governo Lula convoca reuniões para apresentar novas propostas para os docentes e técnicos

Por Vitória Lima, da Folha do Acre

Date:

Reunião com o sindicado docente é nesta quarta-feira (15) e com os técnicos será na próxima terça-feira (21)

O governo federal agendou uma reunião com o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes) para esta quarta-feira. O encontro ocorre em meio a uma série de greves que atingem 52 universidades e colégios federais, motivadas por reivindicações salariais. Além disso, está marcada para o dia 21 de maio uma reunião para tratar da paralisação dos técnicos-administrativos em instituições federais de ensino superior públicas do Brasil (Fasubra), que afeta profissionais de 50 unidades e colégios federais.

A expectativa é que o governo apresente propostas que se aproximem das reivindicações tanto dos docentes quanto dos técnicos-administrativos. Entre estes últimos, há cinco níveis salariais, variando do A (funções como porteiro e auxiliar de serviços gerais) ao E (profissionais como psicólogos, assistentes sociais, biólogos e administradores). Os salários-base variam de R$ 1,5 mil a R$ 4,3 mil, sendo que 70% da categoria está concentrada nos níveis E e D, com salários-base de R$ 2,3 mil.

Em 19 de abril, o governo federal apresentou uma proposta idêntica aos dois sindicatos: um aumento de 9% em janeiro de 2025 e mais 3,5% em maio de 2026. No entanto, os técnicos administrativos reivindicam um reajuste de 37% ao longo de três anos, com um impacto estimado em R$ 8 bilhões. Já os professores pleiteiam um aumento de 22%, também em três anos, com início já em 2024.

Enquanto as negociações continuam, os docentes da Universidade Federal do Acre e os técnicos administrativos permanecem em greve, afetando o funcionamento das instituições e privando os estudantes de aulas. Todos esperam que o governo atenda às demandas dos profissionais, visando uma solução para o impasse que afeta o ensino superior público.

Últimas