23 abril 2024

Polícia boliviana adverte sobre distúrbios em Cobija após confrontos e fechamento de pontes entre Brasil e Bolívia 

Por Aikon Vitor, da Folha do Acre

Date:

Após vários confrontos entre moradores e policiais em Cobija, na Bolívia, o Comandante Departamental da Polícia, Hernán Romero, emitiu um comunicado contundente, alertando contra possíveis futuros distúrbios e bloqueios de ruas na cidade.

Os confrontos surgiram durante uma operação de despejo em uma residência no bairro 27 de maio, resultando em ferimentos em alguns policiais. Romero afirmou que não tolerará mais distúrbios nem bloqueios em pontes e ruas da cidade, apontando a interferência política como um fator que tem exacerbado as mobilizações.

Essa advertência assume relevância diante do cenário atual, no qual a cidade enfrenta bloqueios prolongados nas pontes que conectam Cobija às cidades acreanas de Epitaciolândia e Brasiléia. Funcionários públicos da prefeitura de Cobija têm protestado contra a gestão da prefeita Ana Lúcia devido ao atraso de cinco meses nos salários, afetando cerca de 243 trabalhadores, além dos que foram demitidos, totalizando aproximadamente 1000 pessoas.

Os bloqueios das pontes têm sido frequentes, com o último durando três dias, e têm causado impactos significativos na circulação de pessoas e mercadorias, podendo levar a um possível desabastecimento de combustível e alimentos na região. Somente veículos de emergência e pessoas enfermas têm permissão para atravessar as pontes, enquanto estudantes e trabalhadores sofrem com a interrupção do trânsito.

Últimas