12 junho 2024

Operação conjunta apreende leite impróprio para consumo em mercados de Tarauacá

Por Aikon Vitor, da Folha do Acre

Date:

Uma ação coordenada entre o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), a Promotoria de Justiça Cível de Tarauacá, o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf) e a Vigilância Sanitária Municipal resultou na apreensão de 62 litros de leite in natura em estabelecimentos comerciais de Tarauacá.

A operação foi desencadeada após denúncias sobre a venda de leite cru na região, prática proibida devido ao risco de transmissão de doenças associadas ao consumo desse tipo de leite. Com o apoio do Núcleo de Apoio Técnico (NAT), os órgãos fiscalizadores realizaram inspeções em comércios e no laticínio Jaburu, situado no município.

A inspeção no laticínio não identificou irregularidades no processamento e armazenamento do produto, que estava em conformidade com os padrões recomendados. Contudo, nos estabelecimentos comerciais de Tarauacá, foi constatada a comercialização de leite in natura. Dos nove estabelecimentos vistoriados, cinco estavam vendendo leite cru.

Além dos 62 litros de leite cru, foram apreendidos cinco litros de leite pasteurizado com prazo de validade vencido. O produto foi descartado, e os responsáveis pelos estabelecimentos foram notificados pela Vigilância Sanitária. O promotor de Justiça Júlio César de Medeiros, presente na operação, reforçou a recomendação para que os estabelecimentos cessem a comercialização de leite cru e alertou a população sobre os riscos desse tipo de consumo. Ele salientou que a venda de leite in natura é proibida no Brasil, conforme estabelecido pelo Decreto nº 66.183/1970.

Últimas