19 junho 2024

Inmet prevê chuvas para o Acre nesta segunda-feira

Por Aikon Vitor, da Folha do Acre

Date:

Para esta segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024, a região Norte do Brasil experimentará condições climáticas diversas. No Acre, Rondônia, sul do Amazonas, Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal, Bolívia (planícies) e Peru (região de selva), prevê-se um dia instável, úmido e abafado, com chuvas a qualquer hora. Destaca-se a possibilidade de chuvas intensas, acompanhadas por raios, especialmente em áreas específicas dessas localidades.

Nas microrregiões de Rio Branco, Brasileia e Sena Madureira (leste e sul do estado), antecipa-se um cenário instável, com sol, muitas nuvens e chuvas pontuais, podendo ser intensas. Já nas microrregiões de Cruzeiro do Sul e Tarauacá (centro e oeste do estado), o clima será quente e abafado, com sol, nuvens e chuvas passageiras.

Quanto às temperaturas, as mínimas oscilarão entre 21 e 24ºC em diversas localidades, enquanto as máximas variarão entre 27 e 33ºC, destacando a amplitude térmica característica da região.

Alerta de Precipitações Intensas: Perigo Iminente nas Condições Climáticas

O Instituto Nacional de Metereologia(INMET) classificou o Acre inteiro com alerta laranja, que significa perigo segundo a tabela de riscos, o alerta se deve pelo fato xiste a iminência de chuvas intensas, classificadas como perigosas, com início às 10h00 do dia 26/02/2024 e término previsto para as 10h00 do dia 27/02/2024, destacando a possibilidade de chuvas entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, acompanhadas por ventos intensos atingindo velocidades entre 60 e 100 km/h. Esta situação apresenta riscos significativos, incluindo corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

Medidas Preventivas Recomendadas:

1. Evite abrigar-se sob árvores devido ao risco de queda e descargas elétricas.
2. Não estacione veículos próximo a torres de transmissão e placas de propaganda durante rajadas de vento.
3. Desligue aparelhos elétricos e o quadro geral de energia, se possível.

Para obter informações adicionais e orientações de segurança, recomenda-se entrar em contato com a Defesa Civil (telefone 199) e o Corpo de Bombeiros (telefone 193). A prevenção é fundamental diante dessas condições climáticas adversas.

Últimas