20 junho 2024

Ícaro Pinto se entrega à polícia acreana após dias foragido; delegado fala sobre rendição

Redação Folha do Acre

Date:

O fisioterapeuta Ícaro Pinto, condenado pela morte de Jonhliane Paiva de Souza, de 30 anos, em agosto de 2020, e que estava foragido, se entregou à polícia na noite de segunda-feira (26), em Rio Branco.

Ele foi condenado a mais de 10 anos de prisão pelo atropelamento e morte da trabalhadora Jonhliane.

Ícaro Pinto está em prisão domiciliar sem o uso de tornozeleira eletrônica desde maio de 2023. Na primeira manhã deste ano, ele foi flagrado em uma confusão no Mercado do Bosque, em Rio Branco. Com a repercussão das imagens, o MP-AC pediu a revogação da prisão domiciliar que foi aceita pela Justiça. Desde então Ícaro não se apresentou e era considerado foragido da Justiça.

O delegado Emilson Farias, coordenador da Delegacia de Flagrantes, negociou a rendição com os advogados do réu.

O delegado Emylson Farias falou sobre a rendição ao jornalista Jota Guimarães:

“A defesa do Ícaro nos procurou para apresentá-lo para que ele cumpra sua obrigação com a Justiça. A polícia cumpriu o pedido de prisão preventiva e já comunicamos ao juiz. Agora ele participará de audiência de custódia”, disse.

 

Últimas