20 junho 2024

Decreto de Jarude pede que governo suspenda sindicância contra policial que denunciou teto desabando em delegacia

Assessoria

Date:

O deputado estadual Emerson Jarude (Novo) apresentou, nesta terça (6), um projeto de decreto que suspende a portaria que autoriza a abertura de uma sindicância para investigar a policial civil Ecilandia Marques.

A sindicância foi aberta pela Corregedoria da Polícia Civil após a agente gravar e divulgar um vídeo mostrando o desabamento do teto da cozinha de uma delegacia em Rio Branco, que por pouco não a atingiu em horário de trabalho.

“O estado do Acre, ao invés de perseguir bandido, persegue o policial”, asseverou Jarude, que além de denunciar o possível abuso de autoridade, já comunicou que, caso o projeto de decreto não seja aprovado, cuidará da defesa de Ecilandia junto com sua equipe jurídica.

O deputado apresentou dois documentos enviados ao Governo, um em 2022 e outro em 2023, onde o delegado responsável pela delegacia da Cidade do Povo, onde o caso ocorreu, solicitava reforma do prédio. No segundo a autoridade especifica a necessidade de intervenção na cozinha.

“Ao invés de fazer a reforma, o Governo escolheu  fazer a represália, para inclusive intimidar outros servidores públicos a não denunciar seus locais de trabalho e isso nós não podemos admitir. Nós temos o compromisso constitucional de defender a nossa população e acima de tudo, defender a liberdade de expressão e lutar contra a censura”.

Jarude pediu que os colegas de parlamento aprovem o projeto de decreto para que a justiça seja feita e que o caso não abra precedentes para mais perseguição aos servidores. “Não podemos deixar que este caso sirva como bode expiatório para outros servidores públicos não denunciem as péssimas condições no seu ambiente de trabalho e é por esse motivo que peço urgência nesse documento e assim a gente devolver ao nosso estado do Acre a confiança de que nós estamos aqui para fazer justiça. Mas do lado certo da história”.

Últimas