20 junho 2024

Servidores terceirizados denunciam possível retaliação após manifestação por salários atrasados

Por Aikon Vitor, da Folha do Acre

Date:

Trabalhadores terceirizados que prestam serviços à Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre) que participaram de uma manifestação na última semana em busca do pagamento dos salários atrasados de dezembro de 2023 foram surpreendidos pela empresa terceirizada Maia e Pimentel. Na tarde de quinta-feira, 25, mais de 20 manifestantes receberam documentos de férias, válidos até meados de fevereiro deste ano.

Um dos participantes, que optou por manter anonimato, afirmou que considera o documento uma clara retaliação à cobrança pela regularização salarial. Ele relatou que, ao finalizar o serviço na quinta-feira, todos foram instruídos a assinar o papel de férias, mesmo sabendo que não correspondia à realidade, pois alguns deles já haviam tirado férias recentemente. Além disso, foram solicitados a realizar exames após assinarem os documentos.

Diante dessa situação, o grupo decidiu realizar uma manifestação na manhã de sexta-feira, 26, em frente à Fundhacre, como forma de expressar sua insatisfação com o que consideram uma possível retaliação por parte da empresa terceirizada diante da cobrança por salários em atraso.

Últimas