20 junho 2024

Americanos morrem na Jordânia após ataque atribuído a grupo apoiado pelo Irã

SBT

Date:

Três militares norte americanos foram mortos, no sábado (27), no nordeste da Jordânia. O ataque é atribuído a um grupo apoiado pelo Irã. Outros 25 militares teriam ficados, segundo o Comando Central dos EUA.

As mortes foram confirmadas pelo presidente Joe Biden em uma publicação no X (antigo Twitter). Segundo ele, que vai tentar a reeleição pelo Partido Democrata nas eleições deste ano, o ataque foi registrado perto da fronteira com a Síria.

Biden, e a primeira-dama, Jill, também prestaram solidariedade às famílias das vítimas.

“Ontem à noite, três militares dos EUA foram mortos, e muitos ficaram feridos, durante um ataque aéreo não tripulado com drones às nossas forças estacionadas no nordeste da Jordânia, perto da fronteira com a Síria. Jill e eu nos juntamos às famílias e amigos no luto pela perda desses guerreiros neste ataque desprezível e totalmente injusto. Não tenha dúvidas: responsabilizaremos todos os responsáveis ​​no momento e da maneira que escolhermos”, escreveu na publicação.

Estas foram as primeiras mortes de soldados americanos em meses de ataque no Oriente Médio. As autoridades americanas estão trabalhando para identificar o suposto grupo iraniano que fez o ataque.

Hoje, cerca de 3 mil soldados dos Estados Unidos estão alocados na Jordânia. Por conta da proximidade com Iraque, Israel, o território palestino da Cisjordânia, a Arábia Saudita e a Síria, o país é usado como base militar pelos americanos.

*Com informações da Associated Press

Últimas