21 fevereiro 2024

Ulysses disponibiliza R$ 4,6 mi para instalação de postos de fiscalização e aquisição de viaturas

Assessoria

Date:

Desse total, R$ 3,360 milhões serão investidos na locação de 40 viaturas tracionadas com compartimento de xadrez para os órgãos de segurança locais. A ação de Ulysses tem a finalidade de dotar as polícias do Acre de meios, sempre mais eficazes, para o combate à criminalidade

BRASÍLIA (07.12.2023) – O intenso combate às facções criminosas, em especial os crimes transfronteiriços, é um dos eixos centrais da atuação do mandato do deputado federal Coronel Ulysses (União/AC) na Câmara, onde é o vice-presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado. E, através de sua atuação parlamentar, Ulysses trabalha para endurecer as leis e o sistema de justiça criminal, é, por conseguinte, dotar os órgãos da segurança do Acre de equipamentos e tecnologias modernas de modo a permitir mais eficiência das polícias no enfrentamento da criminalidade.

Nesse sentido, Ulysses destinou mais R$ 4,560 por meio de emendas para serem investidos no Estado. Desse total, R$ 1,2 milhão será repassado ao governo do Acre, através do Programa Calha Norte, para a implantação de postos de fiscalização do Grupo Especial de Enfrentamento a Crimes Transfronteiriços – um em Vila Capixaba e outro Plácido de Castro, municípios localizados na fronteira com a Bolívia, um dos grandes produtores de cocaína da América do Sul. Além da entrada de drogas, os dois municípios do Acre ainda servem de passagem para produtos oriundos do contrabando, roubo de carros, entre outros delitos.

Para evitar que a situação continue, Ulysses viabilizou por meio do Calha Norte os recursos para o governo estadual instalar postos de fiscalização naquela região. Esses postos vão funcionar interligados com o sistema de cerco eletrônico – moderna central de videomonitoramento de áreas consideradas críticas em termos de criminalidade, implantada durante a gestão do secretário Paulo Cezar Rocha dos Santo. Através do serviço, serão realizadas barreiras com a finalidade de se evitar, por exemplo, que veículos roubados em território acreano e, também, em outros Estados brasileiros, transitem livremente na região e sejam utilizados por grupos criminosos, principalmente por traficantes.

Naquela área – Capixaba e Plácido de Castro – a polícia local já apreendeu veículos roubados em São Paulo que estavam utilizando a rota. Muitos desses veículos são levados para o lado boliviano, onde, comumente, são trocados por drogas ilícitas (cocaína e maconha).

Além do roubo de veículos, os postos de fiscalização atuarão ainda no combate aos crimes de contrabando e descaminho. Segundo Ulysses, a instalação da estrutura é indispensável naquela região de fronteira com a Bolívia, “pois, ali, não há uma estrutura de fiscalização por parte do governo federal”.
Investimentos de R$ 3, 360 milhões na locação de viaturas

Outros R$ 3,360 milhões também foram alocados por Ulysses no orçamento federal. O montante, destinado à Segurança Pública do Acre, é destinado à locação de 40 viaturas – com tração 4×4 e compartimento de xadrez – para atender aos órgãos integrantes do sistema.

“Além de trabalhar para endurecer as nossas leis contra o crime organizado, estou agindo, em Brasília, para dotar a segurança pública acreana de recursos e meios mais eficientes para o combate à criminalidade”, explicou Ulysses.

Ao todo, Ulysses destinou este ano R$ 20.162.094,00 em emendas no Orçamento da União de 2024 para investimentos e modernização do sistema de segurança pública do Acre. São recursos para locação de viaturas, instalação de sistema de videomonitoramento, aquisição de equipamentos operacionais, compra de munição, de equipamentos de saúde, reforma de quartéis, posto de fiscalização na fronteira, construção do anexo da Policlínica da Polícia Militar do Acre, além da construção do auditório do Ministério Público do Acre.

“Vamos equipar o sistema para que possamos combater com mais eficiência o crime organizado”, explica Ulysses, diz Ulysses. Por mais de três décadas, Ulysses enfrentou nas ruas as facções criminosas e combateu o crime.

 

Últimas